Adoção
    
Saturday, 23 November 2019 00:15

7 livros infantis para falar sobre adoção com seus filhos




FONTE: SEMPRE FAMILIA 

Contar à criança a história da sua adoção é algo especial, mas que exige muita sensibilidade e, por que não, um toque lúdico

A adoção, sem apelar para qualquer romantismo, é uma realidade profundamente bela. Acolher uma nova pessoa em uma família é uma experiência que enriquece os novos pais e que faz toda a diferença na vida de uma criança que não pôde ficar com a sua família biológica. No entanto, contar essa história à criança exige muita sensibilidade e, por que não, um toque lúdico. É com esse objetivo que vários autores de literatura infantil se dedicaram a abordar esse tema em suas produções. O Sempre Família selecionou sete livros que falam de adoção e que podem ser úteis nesse momento:


Mc Gonha e outras histórias



A trilogia se inspira nas experiências da autora, Maria Fernanda Bruni Daldon, mãe por adoção há oito anos. “Quando meu filho nasceu em minha vida, também renasci, desta vez como mãe e escritora. A ideia do primeiro livro do projeto aconteceu durante a viagem para buscá-lo em sua cidade de origem, quando me dei conta que seria mãe e que precisava contar para o meu filho da forma mais amorosa possível a história de sua chegada”, conta Maria Fernanda. A trilogia busca desmitificar a adoção, desconstruindo preconceitos e mostrando como é fácil estabelecer vínculos afetivos. As ilustrações são de Alessandra Tozi. 

Meu filho do coração

meu filho do coração

Escrito pelo psicólogo Kevin Leman e ilustrado pelo seu filho Kevin Leman II, o livro aborda, em uma linguagem muito próxima da criança, que a raiz da adoção é o amor. Trata-se de uma obra para ser lida com a criança, de modo que os pais possam falar-lhe não só do amor, mas da importância e do lugar que ela ocupa como um desejado membro da família.



É proibido falar disso

Divulgação

A narrativa, assinada por Noemie Shay e com ilustrações de Bruna Assis Brasil, gira em torno da pequena Ruth, de seis anos, que vive querendo saber sobre a história da irmã adotiva e recebe dos pais silêncio e mistério. Então, com a ajuda do amigo Dudi, ela consegue ultrapassar o muro colocado entre ela e o tema da adoção, e entender que a história da irmã em sua família original marcou a sua própria história de uma forma que ela nunca poderia esperar – as suas origens se relacionam com a perseguição aos judeus na Alemanha da Segunda Guerra Mundial. 



Flávia e o bolo de chocolate

Divulgação

Também com ilustrações de Bruna Assis Brasil, o texto de Míriam Leitão aborda os questionamentos da pequena Flávia sobre a diferença entre a cor da sua pele e a de sua mãe. O tema da diversidade racial, frequentemente implicado no da adoção, é tratado com delicadeza, sensibilidade e o tom lúdico que o torna acessível aos pequenos. 

Conta de novo: a história da noite em que eu nasci

Divulgação

No livro, a escritora Jamie Lee Curtis e a ilustradora Laura Cornell contam como nasce uma família. A narração acompanha uma menininha que pede à mãe que conte a história da noite do seu nascimento – uma história que ela já ouviu dezenas de vezes. Passando pelo primeiro encontro, pelo primeiro abraço e por outros primeiros momentos, o livro celebra, com emoção e beleza, a chegada de uma criança, por adoção, em uma família que tanto a espera. 


Esperando Timoun

Divulgação


No livro de Geneviève Casterman, uma jacaré está à espera de seu bebê. Como a gestação, a espera do filho adotivo também é prolongada – e a mamãe jacaré passa por diversas emoções ao longo do caminho. “O livro conta a minha história e o processo de adoção do meu filho. Queria mostrar para ele tudo o que havia acontecido durante essa longa espera”, relatou a autora belga.


O ninho do coração
Divulgação


Ana Maria de Andrade conta a história de Leiloca, uma galinha que queria muito ser mãe. Um dia, encontrou um ovo abandonado em um ninho debaixo de uma árvore. A partir daí Leiloca começa a adotar os mais diversos filhotes da região. Especialmente voltado para crianças menores, o livro toca no tema da adoção de forma simples e lúdica. 

Viver amor na família

O amor que nos une, nos torna uma família.

FAMÍLIA
Lei nº 12.010 de 2009 - Artigo 25 : "Entende-se por família extensa ou ampliada aquela que se estende para além da unidade pais e filhos ou da unidade do casal, formada por parentes próximos com os quais a criança ou adolescente convive e mantém vínculos de afinidade e afetividade." (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009)

“Na estação da vida fomos atraídos pelo vagão do destino que nos levou para uma maravilhosa viagem de encontro ao amor.”